kar(ma)toon

Bom Karma... ou não!

sexta-feira, setembro 28, 2007

Esta semana tive a oportunidade de espreitar dois espectáculos distintos, um de teatro, puro e duro, e outro de movimento, comédia fisica, acrobacia, bailado e outras danças.



O primeiro, é da responsabilidade das Produções Fictícias em pareceria com a ESMAE, e tem como ponto de partida uma peça do expressionista alemão Georg Kaiser. Chama-se "Vale o Que Vale", e está em cena até dia 28 de Outubro. A idéia é boa - embora não original - e leva o espectador a seguir os actores - almas penadas presas a um edifício para o resto das suas mortes - escada acima, escada abaixo, agora neste quarto, agora naquele, até se começar a perceber o que se passou naquela fatídica noite, naquele prédio. A peça está bem desenhada e coreografada por Lee Beagley - um experimentado e conceituado encenador britânico -, tem imagens muito bonitas e graficamente fortes, mas acaba por perder grande parte da sua intensidade pela fraca prestação de alguns dos jovens actores. Realçam-se três excelentes e sólidas interpretações lá pelo meio, mas o resto é demasiado denunciado e esforçado para nos fazer esquecer de que é uma peça de teatro de que se trata. Mesmo assim, merece a visita, e merece-a o quanto antes. Qualquer informação, consultar http://www.producoessuplementares.blogspot.com/ (tenho que descubrir onde guardei o maldito código Html...).





O segundo espectáculo... bem, provavelmente bastaria-me dizer que é da autoria de Paulo Ribeiro, o famoso coreógrafo português, mas depois do que vi ontem à noite, apetece-me dizer mais.

Foi brilhante, empolgante, estafante, hilariante, comovente, vibrante e belíisimo, o espectáculo "Masculine" desempenhado por Miguel Borges, Peter Michael Dietz, Romeu Runa e Romulus Neagu. Miguel Borges é já um conhecido actor dos palcos nacionais, Romeu Runa um fabuloso bailarino - que quase roubava o espectáculo só para ele - Romulus Neagu outro bailarino de excepcional qualidade e Peter Michael Dietz um genial actor/formador/ginasta/acrobata/clown, etc, etc, etc... - e que, à excepção do romeno Neagu, estão aqui ao ladinho e pela respectiva ordem de apresentação.

Juntos, compôem as imagens pensadas por Ribeiro a partir do Livro do Desassossego, de Fernando Pessoa. E que imagens! Fazem-nos rir, obrigam-nos a pensar na vida e enchem-nos de vontade de saltar das cadeiras e juntarmo-nos a eles em palco. Agora já não me apetece dizer mais nada; não consigo... Mas digo que saí cansado do espectáculo de ontem e que pretendo ir vê-lo novamente amanhã.

1 Comments:

  • At 17:24, Blogger zito said…

    Para um Papi mais desatento e como se pode deduzir pelo endereço do blog a companhia que trabalha em co-produção com a ESMAE no espectáculo "Vale O Que Vale" chama-se PRODUÇÕES SUPLEMENTARES e não Produções Fictícias.

    Axei que ainda que um pouco tarde, deveria referir.

    Beijas & Apertas.

    zito.

     

Enviar um comentário

<< Home